quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Pinguinho tem cada uma. Convutivite

A Pinguinho já pegou conjuntivite umas 3 vezes na vida. E ela tem apenas 6 anos
Eu tenho 34 e peguei 2!!!

E desde que pegou conjuntivite pela 1 vez, as vésperas de seu aniversário de 3 anos, ela chama de ConVutivite.

E ficou.
No começo achamos engraçado e ela não sabia falar, mas agora até a gente fala convutivite.

Ai, eis que na lição de casa da apostila tinha que escrever um doença de você ja teve.
Ela não pensou 2 vezes: ConVutivite. Escreveu deste jeito.
No dia seguinte....
A apostila veio corrigida e estava escrito conJutivite.
Ela me olha, com os olhos arregadalos e diz:
"_Mamãe do céu! Eu falava este tempo todo conVutivite e esta errado! Que vergonha."

É.... a Pinguinho está crescendo....kkkk

sábado, 1 de agosto de 2015

Pinguinho tem cada uma. - P1

"Estavamos na sala, pinguinho e eu, assistindo tv e conversando, ai, de repende, olhando para sua mãozinha, a Pinguinho me olha e diz:
_Mamãe, ainda bem que Deus fez a gente com ossos, né?
Respondo
_Nossa, filha. Porque você está dizendo isto?
E ela:
_Ué, imagina como seriamos sem ossos... credo... tudo molenga que nem minhoca"

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Aos 6 anos, a alfabetização.

Pinguinho está com 6 anos e meio (quase...dia 31 para ser exata)

Está mais esperta que nunca. Já lê e escreve quase tudo.

Mudou de escola este ano, pois ela estudava em uma escola de educação infantil e agora foi para uma escola com ensino fundamental e médio

Este processo de escolher escola é uma coisa muito chata e cansativa, eu ainda acho que sou pior para escolher a escola, visto que tenho a visão de mãe e de professora também.

Em meio ano na escola nova, ainda não posso afirmar que foi a escolha certa.
E talvez nunca será.

A que eu queria de verdade não tem 1ano no horário que preciso, a minha 2 opção não cade no meu bolso, então escolhi uma, a que achei melhor e torço para ter sido uma boa escolha,

Ela já chegou no 1 ano lendo e escrevendo, praticamente todas as silabas simples, ainda tinha um pouco de dificuldade nas complexas. Foi até complicado, porque ela me questionava quando ia começar a matéria de 1 ano, pois ela já sabia aquilo.

Explicava que era complicado, pois tinha amiguinhos que ainda não sabiam tudo e ela tinha que aproveitar e aprender mais, reforçar o que ja sabia.

O processo de alfabetização dela nunca foi forçado, foi natural, talvez sua paixão por livros e histórias tenha contribuído para o processo ser mais tranquilo, mas foi natural, sem problemas, frustações ou grandes dificuldades.

domingo, 15 de setembro de 2013

Vida escolar

A Pinguinho foi para a escola com 4 anos.
Procurei uma escola pequena, com poucos alunos, poucas turmas, e de preferencia, que trabalha-se apenas com o ensino infantil.
Gosto disto na escola, lá ela é a Pinguinho, não um número. Todas as professoras me conhecem, conhecem a Pinguinho, a escola tem um plano pedagógico muito diversificado, com muitos projetos, desenvolvimento das habilidades motoras finas e cognitivas. Sim, também tem alfabetização, mas sem pressa, ela acaba por acontecer como consequência do processo, não forçadamente.
Como toda mãe, fiquei preocupada no primeiro dia, mas a Pinguinho estava ansiosa, queria conhecer a rotina escolar, fazer novos amiguinhos e brincar.
Depois do beijinho de despedida, a bobona aqui ficou de coração apertado vendo a linda mocinha entrar saltitante e feliz, dando um breve tchau de costas, apenas com a mãozinha. Danada!!! Pensando bem, graças a Deus que foi assim, se ela ficasse chorando, eu não ia me aguentar de preocupação.
Na hora da saída, muitas novidades, muitas histórias para contar e uma menininha feliz e contente, aguardando ansiosa pelo dia seguinte.

Filhotinha, 
 Mamãe deseja que você tenha uma vida escolar plena, que curta cada dia de escola, que faça muitos amigos, alguns talvez, você mantenha por todo a vida, outros talvez não, entretanto, eles serão sempre lembrados e queridos. Desejo que você tenha professores apaixonados pela profissão, que possam compartilhar muito conhecimento com você. Desejo que você respeite todos os professores funcionários da escola. E desejo que você aproveite muito cada dia, pois quanto tudo isto terminar, estes dias da sua vida escolar, deixarão muita saudade.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Amigo imaginário.


Ultimamente, tenho escutado a seguinte frase;
"- Mamãe, minha filha imaginária, adora tomar banho."

Dentre outras coisa que a tal "Amiga (filha) imaginária" faz e brinca, a Pinguinho conversa, ri e até briga com a "amiguinha".

Ela não tem um nome e não está presente o tempo todo, mas participa de alguns momentos do seu dia e algumas brincadeiras.



     Essas criaturas do mundo da fantasia de forma nenhuma indicam que seu filho está se sentindo solitário ou tem algum problema. Na verdade, é justo o contrário: crianças que cultivam amigos imaginários tendem a se tornar adultos criativos, sociáveis, independentes e felizes. 
       Esse tipo de amigo pode ser um ser humano ou um animal e geralmente tem nome e personalidade. Mistura de confidente, parceiro de brincadeiras, protetor e bode expiatório, ele ajuda a criança a praticar como se constrói um relacionamento e permite que ela esteja no controle -- algo muito diferente de sua rotina diária. 


       Se seu filho tem um amigo imaginário, isso significa que ele é uma criança muito criativa. Aliás, crianças muito inteligentes tendem a ter amigos imaginários. O fenômeno também é mais comum com primeiros filhos, que têm menos companhia.
       As crianças também usam o artifício do amigo imaginário para aprender melhor os conceitos de certo e errado. É por isso que o amigo invisível às vezes leva a culpa pelas "artes" que ela faz: "Não fui eu que quebrei a boneca, foi o Marcelinho!".
       Quando esse tipo de coisa acontecer, resista à tentação de dizer: "Que Marcelinho nada, você sabe que ele está só na sua imaginação!". Só explique que não é legal quebrar um brinquedo, que é preciso dar valor às coisas, sem entrar no mérito do culpado. Pode ser que ele até resolva dar uma bronca no Marcelinho, o que só mostra que ele aprendeu a lição.
       O ideal é não dar muita bola para a história. Por um lado, não negue a existência do amigo imaginário, mas por outro não entre na dança, fingindo enxergar o amigo ou conversando com ele. O que pode acontecer se você incorporar o amigo imaginário à vida da criança é que ele vai "existir" por bem mais tempo.
       Esse tipo de comportamento vai embora sozinho com o tempo. Fique tranquila e deixe seu filho aproveitar a companhia do "amigo". É uma fase comum da infância que logo vai acabar. Uma idéia é registrar a história num caderno de recordações, por exemplo. No futuro talvez ele ache legal saber qual era o nome do amigo imaginário de quando era pequenininho.





sábado, 22 de setembro de 2012

Algumas palavrinhas erradas...


A Pinguinho fala poucas palavras errado.
Poucas mesmo.

Nunca tive o hábito de falar com ela em tatibitate.

Mas aos 3 anos e 8 meses algumas palavrinhas saem erradas, e é tão engraçado.

Algumas delas são:

Siminifica - Significa.
Cimena - Cinema
Abana ou barrana - Cabana.

Mas ela usa o plural nas frases, e até arrisca na conjugação verbal.
 "Nós vamos..."
 "Eu gostaria de..."

E fala...Como fala!!!
Uma verdadeira tagarela!!







quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Preferências da TV



Aqui em casa a Pinguinho só assiste programas infantis.
O Disney Junior é o canal com seus programas preferidos. São eles:

 Os Imaginadores

 Doutora Brinquedos

 Manny, Mãos a obra.

E na TV Cultura, os desenhos, jogos e brincadeiras do Quintal da Cultura

PS: Como o papai é o "handyman" aqui de casa, ela o chama de "papai Manny". 
Consertam as coisas e ainda cantam as musiquinhas do desenho juntos. 

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Páscoa e a mamadeira

Ano passado aos 2 anos e 3 meses, o coelhinho da páscoa levou as chupetas e trouxe um lindo coelhinho de pelúcia e muitos ovos de chocolate.

Este ano com 3 anos e 4 meses, o coelhinho levou as mamadeira e além dos ovos de chocolate trouxe lindos copinhos e canecas


As mamadeiras foram deixadas para trás e ela se adaptou muito bem aos copinhos e canecas.

PS: O tal coelhinho de pelúcia foi adotado, deste o abandono nas chupetas e ela dorme com ele todas as noites, abraçadinhos a noite toda, batizado de "coelhinho Fofinho".

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Quarto de mocinha

Se tem uma coisa que deixa a Pinguinho com a maior cara de brava é chama-la de bebê.
Ela não aceita, nem se for de uma maneira carinhosa.
Seja para quem for, ela fecha a cara e diz na lata:
"- Não sou bebê, sou mocinha!".

Mudamos toda a decoração de seu quarto.
O berço foi vendido no brechó, a cama ganhou seu lugar, a pintura mudou para sua cor preferida: rosa, os móveis - cômoda e guarda-roupas ficaram, mas em outros lugares, o nicho também mudou de lugar e uma das paredes ganhou a cor de caramelo e um lindo adesivo de fada.

Quarto de mocinha para uma mocinha de 3 anos.



sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Voltamos??? Mais ou menos....



Nossa!!!
Esta foi a expressão que usei ao voltar ao blog.
Primeiro porque se passaram muitos meses longe daqui.
Segundo porque eu nem sei mexer direito na nova configuração do Blogger (mas a gente aprende...kk)

Saudades, foi o segundo sentimento que senti ao voltar a escrever neste cantinho, muitas queridas amigas que aqui conheci estão em contato ainda pelo Facebook, e algumas que infelizmente afastaram-se, sempre estarão no coração.

Mas isto não é exatamente uma volta.

Sim, pretendo escrever mais vezes e registrar momentos da Pinguinho, mas com uma frequência bem menor e com menos exposição dela.

Sempre ouvi que um blog é um diário, pois é isto que gostaria que o Pinguinho da Mamãe se torna-se, um pequeno diário da minha lindinha, para que eu nunca me esqueça de detalhes que talvez um dia ela queria saber, ou eu mesma relembrar e até, quem sabe, ela ler.

As experiências aqui trocadas e aprendidas são muito ricas e foram muito importantes, a blogosfera é uma delícia, precisa de tempo e atenção. Não gosto de não poder participar ativamente, de ler e comentar com calma cada blog querido, de conhecer novos cantinhos, de agradecer e retribuir as visitas e comentários... Mas tudo está muito corrido e sei que vou ficar em débito.

Então, o Pinguinho da mamãe vai o Diário da Pinguinho.

A Pinguinho hoje está com 3 anos e 8 meses, linda, saudável, esperta.
Fala super bem, come com os olhos e escolhe os alimentos.
Estamos preparando sua ida para a escola no início do ano que vem, com 4 anos completos.
Agora no inverno, ela está fazendo aulas de balé, e voltará para a natação com o verão.
Atualmente pesa 18kg e mede 99cm.
Adora maquiagem, esmalte, bonecas e bichinhos de pelúcia.

Pois é... acho que voltamos... de uma maneira ou de outra.... mas estamos aqui!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...